EMBAIXADA DA REPÚBLICA DA ÁFRICA DO SUL
CONSULADO GERAL DA REPÚBLICA DA ÁFRICA DO SUL

Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Foto Logotipo SA Foto Logotipo SA


CIDADE DO CABO: UMA DAS MELHORES CAPITAIS DO MUNDO

Os habitantes da Cidade do Cabo não conseguem imaginar nenhum outro lugar do mundo onde poderiam morar, e com razão: essa gloriosa cidade litorânea quem tem a Table Mountain como pano de fundo está entre as mais bonitas do planeta.

A combinação de uma estonteante beleza natural, vida cultural pulsante e acesso a vinícolas, lugares históricos, ambientes para esportes radicais e riquíssimas flora e fauna fazem da Cidade do Cabo uma das melhores cidades do mundo.  Algumas pessoas realçam suas similaridades com o Rio de Janeiro, como a beleza natural, o jeito descontraído, as praias, e até mesmo o bondinho.  O porto da cidade faz da Cidade do Cabo um centro de comércio internacional, como Nova York, São Francisco, Vancouver, Londres e Hong Kong.

A lista de coisas para se fazer na Cidade do Cabo é infinita: escalar a majestosa Table Mountain, procurar pequenos tesouros em feiras ao ar livre, jantar em um restaurante da moda no Victoria & Alfred Waterfront, visitar uma mesquita histórica na área residencial de Bo-Kaap (conhecido como Quarteirão Malaio), ou curtir o som das bandas de jazz que tocam pela noite adentro.

Os turistas podem fazer ainda mais se optarem por sair da cidade: ver as baleias do tipo southern right, tomar vinho em uma fazenda histórica, dirigir nas  estradas sinuosas da Cape Peninsula e aproveitar o panorama do Chapman’s Peak.

Aqui estão os passeios imperdíveis para quem vai à Cidade do Cabo:

Table Mountain: Esse ponto de referência único aparece sobre a Cidade do Cabo e contribui para o caráter encantador do local.  Seu topo de aparência achatada está a mais de 1.000 metros acima da cidade e é normalmente coberto  por camadas de nuvens chamadas de “toalha de mesa” pelos locais.  Os turistas podem subir e descer a montanha a pé ou com de bondinho, e botânicos de plantão vão se deslumbrar com o número de espécies encontradas no topo - mais do que as espécies encontradas na América do Norte e Europa juntas!  As vistas da montanha são magníficas, e assisitir ao pôr-do-sol do seu topo é, certamente, uma experiência inesquecível.

Robben Island: Com o passar dos anos, Robben Island já foi uma estação para a pesca de baleias, base militar, instituição para doentes mentais, posto de correio e presídio.  Apesar de a ilha já ter tido vários residentes famosos, apenas um faz do local uma atração popular: Nelson Mandela.  O ex-presidente sul-africano passou 18 dos 27 anos que ficou preso em Robben Island, e homens que estiveram com ele na prisão mostram aos turistas a cela onde Mandela ficou e outros lugares interessantes.  Esse passeio é muito emocionante e deve estar no roteiro de todos os turistas que vão à África do Sul.

Victoria & Alfred Waterfront: Considerado um dos empreendimentos imobiliários mais bem sucedidos do mundo, o Victoria & Alfred Waterfront combina bistrôs, cafés e as atividades do porto, num clima muito charmoso.  Centenas de lojas, salas de cinema, restaurantes e bares dividem o espaço restaurado do que um dia foi  armazém do porto, e tudo é conectado por passarelas para pedestres.  Seu anfiteatro tem música ao vivo quase que diariamente, e alguns dos melhores hotéis da Cidade do Cabo estão aqui.

District Six Museum: Esse museu é um monumento sobre os horrores do apartheid. O District Six Museum é dedicado a uma área vibrante e multicultural de uma cidade que foi declarada como “zona branca” em 1966 e terraplenada nos anos 70.  A principal atração do museu é uma escultura feita com placas de ruas resgatadas dos entulhos e um mapa da cidade feito à mão.  Outras obras atraentes incluem um pedaço de tecido onde há mensagens escritas à mão e a recriação de uma casa típica daquela área, chamada de Distrito Seis.

Bo-Kaap: Também conhecido como o Quarteirão Malaio, o Bo-Kaap era uma área histórica para a população islâmica escrava que morava na cidade.  Hoje, a área continua sendo muçulmana, e turistas podem passear pelas ruas estreitas de pedra e observar as maravilhosas mesquitas e as casas coloridas de tetos achatados.  Profissionais jovens já começaram a se mudar para essa área e o distrito está ficando famoso entre a população gay da cidade.

Cape Peninsula: Qualquer turista que vem à Cidade do Cabo deve incluir um passeio até a Cape Peninsula, que fica ao sul da Cidade do Cabo e termina no oceano Atlântico.  Situado no extremo sul da península fica o Cabo da Boa Esperança, uma parte do Cape Peninsula National Park que compreende mais de 7.700 hectares de colinas, trilhas para caminhadas e praias desertas.  Aqui, os visitantes estabelecem contato com um grande número de animais selvagens, incluindo elãs, avestruzes e babuínos.  Ainda na península, visitantes podem subir no mirante do Cape Point e admirar a vista que normalmente só passaros têm.

Boulders Beach: Aqui, turistas vão se encantar ao observar a colônia de pingüins africanos que chegaram em 1982 e se instalaram na praia.  Boulders é um dos poucos lugares do mundo onde esses animais podem ser observados de perto, passeando livremente por este ambiente natural preservado.  A caminhada do estacionamento até a praia também é ótima - ouça o barulho dos pingüins, que mais parecem vindo de burros se comunicando do que dessas aves tão frágeis.

Kirstenbosch National Botanical Gardens: Situado no lado leste da Table Mountain, esse jardim é perfeito para um piquenique com queijos, pães e vinhos locais.  O número de espécies de plantas que nascem aqui é impressionante: 8.000, incluindo o fynbo, uma vegetação resistente que é considerada o mais antigo e diversificado reino floral do mundo.  Há várias trilhas para caminhada pelo jardim, além de várias amostras de plantas sul-africanas que não podem ser plantadas fora daqui.

Greenmarket Square: Este é o local perfeito para quem procura presentes para a família e para os amigos que não participaram da viagem.  Aqui, comerciantes vendem uma grande variedade de jóias africanas, objetos de arte, artesanato e tecidos.  Para aqueles que precisam recarregar as baterias, vários cafés estão nos arredores do Greenmarket Square.

Two Oceans Aquarium: Não se engane: esse não é um aquário qualquer.  Situado no Victoria & Alfred Waterfront, o Two Oceans Aquarium é o maior da África e abriga mais de 3.000 animais.  Além das lições sobre a vida marinha dos oceanos Atlântico e Índico, o aquário criou uma exibição de tubarões predadores e arraias.  Além disso, crianças poderam participar de uma experiência interativa com animais como estrela-do-mar e ouriços-do-mar.

Groot Constantia: Para os turistas que não têm tempo para dirigir por 45 minutos até as vinículas nos arredores da Cidade do Cabo, Groot Constantia é a alternativa perfeita. A apenas 20 minutos da cidade, a propriedade é considerada um monumento nacional e é conhecida pelo vinho tinto que produz, principalmente o Gouverneurs Reserve, feito de uvas cabernet sauvingnon, com pequenas quantidades de merlot e cabernet franc.  Há dois restaurantes na propriedade, mas os visitantes podem trazer cestas de piquenique e relaxar.

Camp’s Bay: Os turistas vão adorar esse balneário com várias praias e ótimos restaurantes e bares.  A montanha conhecida como “Doze Apóstolos” é um belíssimo pano de fundo para qualquer atividade de férias.

Copyright 2017 África do Sul