EMBAIXADA DA REPÚBLICA DA ÁFRICA DO SUL
CONSULADO GERAL DA REPÚBLICA DA ÁFRICA DO SUL

Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Imagem Turismo
Foto Logotipo SA Foto Logotipo SA


JOHANESBURGO, PRETÓRIA E SUN CITY:

UM TRIUNVIRATO DE CONTRASTES

Originalmente construída devido à promessa do ouro, Johanesburgo é até hoje a capital financeira da África do Sul.  Mas o cenário mudou desde que o mercado de ações e a maioria das grandes corporações deixaram um centro desestimulado e se transferiram para as atraentes áreas de Rosebank e Sandton.

É lá que os negócios acontecem, e onde fantásticos shopping centers de vidro cromado determinam a paisagem.  Hotéis cinco estrelas, cafés charmosos nas calçadas e restaurantes excelentes fazem dessa área um lugar atraente para quem viaja a trabalho ou por prazer.

Situada a 17 quilômetros do centro da cidade, Soweto é a maior township de Johanesburgo, abrangendo 48 colégios de ensino secundário, além do maior hospital do mundo, com uma população de  4 milhões de pessoas.  Um passeio que mostra as dificuldades enfrentadas pelos negros na época do apartheid pode ser um dos momentos mais memoráveis de uma viagem à África do Sul.

Pretória, capital administrativa da África do Sul, está a menos de uma hora ao norte de Johanesburgo.  Por entre as avenidas cheias de jacarandás, turistas poderão ver lugares históricos da época da Guerra Anglo-Boer e observar a arquitetura da época vitoriana.

Sun City fica a duas horas ao nordeste de Johanesburgo.  Essa cidade apresenta um complexo de entretenimento onde há resorts, cassinos, cinemas, teatros, restaurantes e o Palace of the Lost City, famoso por ser um dos mais elegantes hotéis cinco estrelas ao sul do equador e por ter Michael Jackson como sócio proprietário.  Como a deslumbrante Las Vegas, Sun City se destaca e mostra um verdadeiro contraste em relação ao continente africano.  É, sem dúvida, um passeio imperdível.

A área da Grande Johanesburgo também é palco para muitos contrastes.  As townships, incluindo a famosa Soweto, mostra como o país evoluiu, bem como as áreas novas da cidade.  Só depois de ver cada área é que se pode decidir qual delas tem o futuro mais promissor.

Rooftop Fleamarket:  Nos domingos, o Rosebank Mall se enche de vida com a feira que apresenta louças e objetos em cerâmica, produtos em couro, bonsai, roupas, pães caseiros, queijos, bolos e muito mais.  Músicos e dançarinos africanos garantem o entretenimento para os visitantes.

Rosebank Mall:  Dentro do shopping, lojas finas e elegantes são uma tentação.  Há ainda uma área ao ar livre no meio do shopping onde os visitantes podem almoçar ou apenas parar para tomar uns drinques.  O complexo de cinemas apresenta lançamentos do mundo inteiro.

Oxford Road:  À noite, bares, casas noturnas e restaurantes fazem dessa rua uma verdadeira atração para quem procura diversão.

Sandton Square:  Construído à semelhança de uma praça italiana, esse quarteirão apresenta lojas, padarias e restaurantes italianos, além de uma sorveteria à moda antiga.

Everard Read Gallery:  Essa galeria particular de Rosebank, especializada em quadros e esculturas sobre a vida selvagem, é uma das maiores do mundo e representa vários artistas sul-africanos de talento.

Rural Craft:  Essa loja apresenta uma ampla seleção de tecidos feitos por mulheres do campo de descendência tribal, bem como uma grande coleção de bordados das tribos Xhosa e Ndebele.

Gold Reef City:  Situada a 14 quilômetros ao sul do centro de Johanesburgo, Gold Reef City é a recriação de uma cidade da virada do século passado, quando a febre do ouro começou.  A cidade foi constuiída perto da mina número 14, que tinha mais de 700 metros de profundidade e era uma das mais ricas do mundo, produzindo 1.500 toneladas de ouro.  Esse recorde foi mantido até 1978.  Outras atrações em Gold Reef City incluem apresentação de coreografias ao estilo can-can.

Soweto:  Os turistas que vierem a essa enorme township poderão visitar vários locais relacionados à época do apartheid, incluindo a antiga residência de Nelson Mandela; o Freedom Square, onde a Freedom Charter (carta de liberdade) foi apresentada à população; o memorial Hector Peterson, um tributo à primeira vítima das rebeliões de 1976; a igreja Regina Mundi Roman Catholic Church, onde a única santa negra do mundo pode ser vista; e o Wandie’s Place, uma taverna reconhecida internacionalmente.

Union Buildings:  Hoje, esse complexo de prédios serve como a sede administrativa do país e é de onde o presidente Thabo Mbeki despacha.  Os visitantes podem passear por entre os prédios e jardins, de onde a vista da cidade é absolutamente maravilhosa.

Jacarandás:  Os jacarandás, cujas flores roxas desabrocham na primavera, são a marca registrada de Pretória e podem ser admirados por toda a cidade nos meses de setembro e outubro.

Church Square:  Vários prédios históricos de Pretória estão nesse quarteirão, incluindo o Old Raadsaal (prefeitura), o Palácio da Justiça e o mais novo Provincial Administration Building.

Melrose House:  Uma verdadeira representação do estilo vitoriano, essa casa é uma das mais belas do país e tem colunas de mármore, pisos de mosaico e maravilhosas janelas de vitral.  O Treaty of Vereeniging, tratado que deu fim à Guerra Anglo-Boer (1899-1902), foi assinado nessa casa.

Palace of the Lost City:  Com suas esculturas de animais selvagens em tamanho real, o Palace faz o show em Sun City.  Aqui, convidados vivem intensamente e podem jantar em dois dos restaurantes mais finos do país: Villa Del Palazzo e Crystal Court.

Lost City Botanical Gardens:  Aqui, 24 hectares de árvores indígenas e plantas exóticas podem ser apreciadas em cinco tours diárias.

Cascades Hotel:  Erguido em 1984, esse luxuoso hotel compreende quase 4 acres de jardins, cascatas e lagos com peixes coloridos.  Cisnes, flamingos e pássaros exóticos passeiam livremente pelos arbustos e por entre as raras cicadáceas, um tipo de palmeira tropical.

Lost City Golf Course:  Esse magnífico campo de golf de 18 buracos inclui um lago com crocodilos como obstáculo para o azarado 13º buraco.

Valley of Waves:  Na época de sua construção em 1979, o Valley of Waves era um dos mais ambiciosos projetos de parque aquático.  Hoje, sua piscina de ondas contém mais de 7.5 milhões de água e apresenta ondas que se movem a mais de 32 quilômetros por hora em direção à areia, que fica a 122 metros de distância.

Entretainment Center:  Inaugurado em 1981 por Frank Sinatra, esse complexo de entretenimento já trouxe vários artistas mundialmente famosos à África do Sul, incluindo Rod Stewart, Elton John, Cher, Nathalie Cole e Julio Iglesias.

Kwena Gardens:  Esse enorme santuário de crocodilos está situado na entrada de Sun City e abriga mais de 7.000 feras, incluindo os maiores crocodilos do rio Nilo presos em cativeiro do undo: Footlose, Arnold e Rabatale.

Copyright 2017 África do Sul